Associação Brasileira de Sommeliers - SP ABS-SP

Degustações e Eventos

Detalhes

Seja nosso Associado
Inscrições Encerradas
  • 28 de Fevereiro de 2016
  • 10h00
  • ABS São Paulo
    São Paulo, SP
Inscreva-se
Concurso Brasileiro de Sommeliers

A ABS-Brasil anuncia a realização do próximo Concurso Brasileiro de Sommeliers, que tem por objetivo promover a valorização da atividade de sommelier e dos profissionais que nela trabalham, além de escolher o Sommelier que representará o Brasil no Concurso Mundial de Sommeliers-ASI, que se realizará em Mendoza, Argentina, no próximo mês de Abril.

 

O evento terá lugar na sede da ABS-SP nos dias 29 de fevereiro e 2 de março, às 10 horas da manhã. O primeiro dia será reservado à prova escrita, de caráter classificatório, que será realizada simultaneamente nas sedes da ABS-SP e ABS-RJ, constando de perguntas de múltipla escolha.

 

Os cinco profissionais melhor classificados participarão da prova prática, no dia 2 de março. Essa prova compreenderá duas etapas: degustação técnica (às cegas) de vinhos e outras bebidas previamente selecionadas pelo corpo técnico; e prova de serviço, que simula uma situação de serviço em restaurante, incluindo a correção de erros de Carta de Vinhos, Serviço do Espumante, Abertura de Garrafa e Decantação.

 

Serão avaliadas a apresentação do candidato, sua desenvoltura na abordagem do cliente, argumentação na sugestão do vinho, harmonização enogastronômica devidamente justificada, respostas à perguntas formuladas pelos jurados, e outros aspectos do serviço do vinho a critério do Juri.

 

As inscrições para o concurso são gratuitas e devem ser efetuadas pelo site da ABS-SP (www.abs-sp.com.br). Poderão participar profissionais maiores de 18 anos, que possam comprovar o exercício de atividade relacionada ao serviço de vinho há pelo menos um ano. 

 

As inscrições devem ser efetuadas até o dia 26 de fevereiro de 2016. Abaixo regulamento com todas as informações referentes ao concurso;

 

 

REGULAMENTO DO CONCURSO BRASILEIRO DE SOMMELIERS

 

O Concurso de Sommeliers, que tem como objetivo promover os Sommeliers brasileiros, contribuindo assim, para uma valorização cultural e profissional dos associados, será organizado pela seção estadual da Associação Brasileira de Sommeliers responsável por sua realização, observadas as premissas estabelecidas pela Associação Brasileira de Sommeliers - Brasil.

 

 

1 INSCRIÇÕES

 

1.1 As inscrições devem ser feitas através do site www.abs-sp.com.br, devendo encaminhar para o e-mail abs-sp@abs-sp.com.br as seguintes documentações:

- Curriculum

- Enviar declaração que comprove o tempo de trabalho como Sommelier (01 ano), conforme dispõe a Lei 12.467 de 26/08/11

- Cópia da cédula de identidade fornecida por entidade oficial reconhecida

 

A documentação original deverá ser entregue no dia da prova;

 

1.2 Só serão admitidas inscrições dos profissionais que se enquadrarem nos seguintes requisitos:

 

1.2.1 Que tenham idade superior a 18 anos;

 

1.2.2 Que se encontrem em atividade profissional ligada ao serviço do vinho (comprovado por Carteira Profissional, Contrato Social ou quaisquer outros meios idôneos);

 

1.2.3 A inscrição independe de já haver o candidato participado de concursos anteriores;

 

1.2.4 Só poderão representar o Brasil nos concursos internacionais os sommeliers de nacionalidade brasileira.

 

1.2.5 Os candidatos devem apresentar documento comprovando efetiva atividade como sommelier há pelo menos 01 ano.

 

2 PROVAS DO CONCURSO

 

O concurso englobará três provas: escrita, que apresenta caráter classificatório, de degustação e de serviço.

 

2.1 PROVA ESCRITA 

 

2.1.1 A prova escrita terá caráter classificatório e será ponderada com peso um (1) para a classificação final;

 

2.1.2 A prova escrita será efetuada em caráter reservado, devendo ser assistida apenas por membros da Comissão Técnica e pelos juízes indicados pela mesma;

 

     § Único: Por questões operacionais, a prova escrita poderá ser realizada simultaneamente,            com as mesmas questões e critérios de correção, em mais de uma regional.

 

2.1.3 A duração da prova será de uma hora e trinta minutos;

 

2.1.4 O candidato que se atrasar para a prova, somente será autorizado a fazê-la se nenhum candidato tiver terminado a prova e se retirado da sala;

 

2.1.5 A prova é individual e sem consulta;

 

2.1.6 A questão que apresentar rasuras ou dúvidas em relação à clareza da resposta poderá ser anulada e considerada errada à critério da Comissão Técnica;

 

2.1.7 Em caso de empate entre um ou mais participantes, será considerado vencedor o que tiver acertado maior número das questões indicadas previamente pela Comissão Técnica;

 

2.1.8 Persistindo a igualdade na pontuação, os candidatos serão considerados empatados;

 

2.1.9 De qualquer forma, somente serão classificados cinco candidatos;

 

2.1.10 Somente serão aceitas reclamações efetuadas imediatamente, não sendo consideradas quaisquer reclamações posteriores;

 

2.1.11 A Comissão Técnica manterá as provas, para consulta pelos interessados, na sede da Associação que está promovendo o Concurso;

 

2.1.12 Os cinco primeiros classificados concorrerão a segunda etapa do Concurso, que constará da prova Técnica;

 

    § Único: No caso da realização de provas escritas em mais de uma regional, conforme artigo         2.1.2, parágrafo único, serão consideradas as notas de todos os candidatos para a seleção dos     cinco primeiros colocados.

 

2.2 PROVA DE DEGUSTAÇÃO E DE SERVIÇO

 

2.2.1 Os cinco finalistas serão colocados numa sala, sem qualquer meio de comunicação com o exterior;

 

2.2.2 A Comissão Organizadora procederá na presença de todos os candidatos, ao sorteio que indicará a ordem de apresentação para a prova de degustação e de serviço;

 

2.2.3 O candidato a se apresentar inicialmente, será transferido para uma sala intermediária, onde ficará isolado, durante trinta minutos, ocasião em que lhe será entregue o menu que será objeto da prova de serviço;

 

2.2.4 Decorridos trinta minutos, o candidato que se encontrava na sala intermediária será encaminhado para a sala da prova de degustação e de serviço, devendo então o segundo candidato a se apresentar ser transferido para a sala intermediária, onde terá acesso ao menu e a carta de vinhos durante trinta minutos. Este procedimento se repetirá até que todos os candidatos tenham feito a prova de degustação e de serviço;

 

2.2.5 A prova de degustação e de serviço, realizada diante do público, constará de duas etapas:

 

2.2.5.1 Prova de degustação técnica de vinhos, selecionadas previamente pelo júri técnico e que terá a ponderação 3 (três) para a composição da classificação final; e

 

2.2.5.2 Prova de serviço, em que será simulado o serviço de um restaurante e que terá a ponderação 6 (seis) para a classificação final. Durante a prova de serviço serão efetuadas pelos convivas quatro perguntas ao candidato;

 

2.2.6 O candidato disporá de 45 (quarenta e cinco) minutos para a realização da degustação técnica e da prova de serviço;

 

2.2.7 Decorridos 45 (quarenta e cinco) minutos, o Presidente do Júri encerrará a participação do candidato que receberá a pontuação apenas até aquele momento;

 

2.2.8 A partir de 30 minutos, o Presidente do Júri alertará o candidato, a cada cinco minutos, do tempo ainda disponível para conclusão de sua participação;

 

2.2.9 Durante a realização da prova de degustação e de serviço a platéia deverá permanecer em silêncio, bem como os jurados da prova de serviço;

 

2.2.10 A prova de serviço deverá obedecer a seguinte sistemática:

 

A) Será colocada uma mesa onde estarão sentados os membros do júri.

B) Os jurados estarão sentados à mesa e o concorrente deverá apresentar o menu, aguardar a pedida da comida pelos convivas e recomendar as bebidas mais indicadas para cada prato escolhido pelos jurados;

C) O concorrente deverá fazer os serviços das bebidas tendo em conta os preceitos que devem ser seguidos para cada tipo de bebida.

D) Durante o serviço deverá responder as perguntas feitas pelos jurados;

E) Para esta prova o candidato deverá se apresentar com uniforme de sommelier. A apresentação do candidato será levada em conta na pontuação final.

 

3 CLASSIFICAÇÃO

 

3.1 Após o término da apresentação do último candidato, os jurados se reunirão para apurar o resultado final do concurso;

 

A) Serão contados os pontos da prova escrita eliminatória

B) Serão contados os pontos da prova de degustação

C) Serão contados os pontos da prova de serviço

 

3.2 Os pontos das três provas, levando-se em conta a respectiva ponderação, serão somados, obtendo-se assim a classificação final;

 

3.3 Serão classificados em 1°, 2°, 3° lugares os concorrentes que obtiveram, respectivamente, o maior número de pontos.

 

3.4 Em caso de igualdade de pontuação entre dois ou mais concorrentes, o júri determinará a sua classificação respeitando a seguinte ordem:

 

3.4.1 Pontos obtidos na prova de serviço;

3.4.2 Pontos obtidos na prova de degustação técnica;

3.4.3 Pontos obtidos na prova de escrita.

 

3.5 Permanecendo o empate, os candidatos serão considerados ambos vencedores daquela colocação;

 

3.6 Concluída a apuração, caberá ao Presidente da Comissão Técnica a proclamação dos vencedores;

 

3.7 Não cabe qualquer recurso à decisão dos jurados.

 

4 CORPO DE JURADOS 

 

4.1 O júri será de total responsabilidade da Associação Regional que estiver realizando o Concurso, devendo participar do corpo de jurados da prova técnica pelo menos dois representantes da Associação Brasileira de Sommeliers - Brasil e, se possível, um jornalista ligado ao ramo da enogastronomia. Deve ainda ser considerado:

 

4.1.1 Formação de uma equipe para fiscalização e correção da Prova Escrita

 

4.1.2 Formação de um corpo de jurados para a degustação técnica com no mínimo três e máximo de cinco jurados com profundo conhecimento de avaliação de vinhos pela análise organoléptica;

 

4.1.3 Formação de um corpo de jurados para a prova de serviço, composto de pelo menos cinco e no máximo sete jurados com conhecimento de serviço de restaurante e harmonização de vinhos e comidas.

 

5 DISPOSIÇÕES FINAIS

 

5.1 O Concurso Regional de Sommeliers é totalmente independente do Concurso Nacional de Sommeliers, não gerando, portanto, qualquer benefício para os vencedores, isto é, no Concurso Nacional de Sommeliers, mesmo os vencedores dos concursos regionais serão obrigados a passar por todas as etapas da seleção, inclusive a prova escrita;

 

5.2 A Comissão Técnica será sempre presidida pelo Presidente da Associação de Sommeliers sede do Concurso, a quem caberá, além da sua organização, o convite aos jurados e aos convivas e a proclamação dos vencedores;

 

5.3 Casos omissos serão resolvidos pela Comissão Técnica.

 

 

       

ABS São Paulo

Rua Gomes de Carvalho, 1327/1329 - 2º Andar, CJ 21 - Ed Olympia Park, Vila Olímpia
São Paulo, SP - CEP 04547-005